domingo, 19 de agosto de 2012


Amor em paz

Eu amei
Eu amei, ai de mim, muito mais
Do que devia amar
E chorei
Ao sentir que iria sofrer
E me desesperar

Foi então
Que da minha infinita tristeza
Aconteceu você
Encontrei em você a razão de viver
E de amar em paz
E não sofrer mais
Nunca mais
Porque o amor é a coisa mais triste
Quando se desfaz

Vinícius de Moraes

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana Brito, obrigada por seguir o meu blog. Fiquei feliz com tua visita. Volte sempre aquele cantinho é nosso. Bjuss uma linda noite.

    ResponderExcluir
  3. OI Ana Brito! vim agradecer o carinho da sua visita e participação no meu blog.Voltei para corrigir o seu nome , desculpe, agora com mais tempo e a net melhor estou participando com todo carinho do seu. Bjuss uma noite abençoada.

    ResponderExcluir
  4. .



    Hoje é dia 23 e como todos os
    dias 23 eu posto no Blog do Bar
    do Escritor, gostaria muito que
    tu lesses o meu texto e lá dis-
    sesses um alô, para mim. Por
    isso eu te convido a entender
    o porquê das pessoas chorarem
    por quem já foi linda e hoje
    luta desesperadamente para não
    se perder da lembrança dos que
    um dia a ela se renderam.

    Espero por ti, com flores da
    serra para um bom-dia.

    http://bardoescritor.blogspot.com

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir