segunda-feira, 26 de junho de 2017

Leitura do mês de junho.

Oi pessoal,boa noite!
Hoje trago a resenha do livro que li  este mês:
 A luz da noite,de Edna O'brien.

Resenha Skoob:

O passado nunca está morto e, definitivamente, jamais enterrado. A cada virada de página de A LUZ DA NOITE, é essa a atmosfera criada por O’Brien: a tensa confluência entre passado e presente, a recusa pela redenção fácil. A poesia da autora está no gesto silencioso, na palavra não dita, na falha de comunicação. Edna O’Brien desvela o mundo pelos sentidos, pelas emoções, pela compreensão das dimensões de seus personagens. A percepção do outro através de nossos próprios medos, fracassos e enigmas. 

Especialista em descrever a miríade de emoções humanas, as assimetrias entre mãe e filha, o descompasso de casais, a irlandesa Edna O’Brien cria, aqui, uma fábula sobre filhos pródigos. A busca por liberdade e amor. Em meio a esse torvelinho, espreitam pais bêbados e brutos, oportunidades perdidas e amantes casados. E um forte elemento religioso deflagrado por pessoas prontas a julgar, atormentar e castrar as escandalosas protagonistas — Dilly e Eleanora, mulheres ingênuas e fortes, que buscam escapar dos rigores das convenções. 

Dilly Macready, 78 anos, está morrendo de câncer em um hospital de Dublin, a espera da visita anual da filha, Eleanora. Escritora famosa, exilada por conta de seus romances sensuais e pelo casamento com um homem não aprovado pela mãe, Eleanora recria com bizarra veneração a paisagem emocional e física de sua Irlanda natal. Desinteresse rebelde e constante dever filial se duelam em sua alma. Enquanto aguarda Eleanora, Dilly relembra a própria trajetória, o amor inexorável pela filha e o afastamento intransponível. 

Sem aviso prévio, O’Brien faz desvios, desconstrói regras, altera o rumo e o ritmo da história, prendendo a atenção e permitindo que os sentidos se agucem a cada página. Sua ficção se mantém tão vital e engajada, tão desprovida de pena e convenção, tão hostil a sentimentalismos, que marca, no tempo e no espaço, a incapacidade desses personagens se conectarem com aqueles que amam.



O que eu achei do livro:
Sinceramente,acho que Edna O'brien realmente consegue explorar o coração humano e expôr os sentimentos,desejos e angústias ali escondidos,pelo menos eu pude sentir isso em cada página deste livro.
Recentemente alguém postou no Instagram uma frase que dizia o seguinte:Às vezes vc pega um livro,às vezes um livro te pega,"A luz da noite" é um desses livros que pegam a gente e que prendem nossa atenção do começo ao fim.
Gostei muito de ser pega por este livro e o recomendo!

Que tal dar uma espadinha nos blogs Alê bordados e crochê e Poções de arte?As meninas também adoram ler e tem sempre novidades por lá!



Beijos da Ana.

17 comentários:

  1. A Luz dá Noite é um livro maravilhoso, não há amor mais forte e bonito entre mãe e filha. O livro é muito emocionante, prende o leitor até o fim, gostei muito dá indicação do livro. A autora Edna expressou muito bem a história, Ana bjs.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro ótimo, amo livros que prendem nossa atenção do começo ao fim, obrigada pela a resenha! Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Amada linda este livro deve ser ótimo né! se você recomenta porque é maravilhoso, gosto muito das suas dicas, parabéns pela resenha e obrigado por compartilhar este livro! vou ler! beijinhossssssssss

    ResponderExcluir
  4. Amei a frase: "Às vezes vc pega um livro,às vezes um livro te pega" hehe tbm tenho essa sensação quando leio um livro que me surpreende. Que bom que vc gostou! Nada como terminar uma leitura incrível. Eu não conhecia esse, nem a autora, mas gostei muito da sua resenha, parabéns.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Não conheço esse livro, mas pela descrição parece uma bela história, também gosto de livros que nos causa algum sentimento, é como se a gente mergulhasse na historia. Gostei da dica, nao conhecia a autora tbm. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Parece ótimo este livro!os livros que pegam a gente e prendem nossa atenção até o final é incrível.Obrigada pela indicação do livro.Bjss

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, achei super interessante a história, é bom demais quando um livro pega a gente.

    ResponderExcluir
  8. Não conheço o livro, melhor, não conhecia...rs!É bom quando a história prende o leitor e pela sua resenha tive a impressão de ter um ótimo conteúdo.
    Bjs e obrigada pela sugestão de leitura.

    ResponderExcluir
  9. Só pela resenha percebemos que o enredo é carregado de nostalgia e emoção. Eu não conhecia a autora, mas fiquei totalmente encantado pela estória. Livros assim, com esse poder de conquistar o leitor, são raros, mas às vezes damos a sorte de esbarrar com eles. Ótima sua resenha.

    ResponderExcluir
  10. Mais um livro que por conta da resenha vou agendar para um futura leitura, sim a sua resenha fez despertar a curiosidade em querer ler esse livro
    Obrigado por compartilhar

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  11. nossa deve ser muito lindo ja me prendeu otima resenha amada

    ResponderExcluir
  12. Olá,amiga!!
    Parabéns amiga pela resenha do livro.Eu não conhecia a obra,mas fiquei curiosa,pois um livro que prende o leitor em suas páginas,mostra que ele é muito bom!! Ler é ter conhecimento! Parabéns por compartilhar conosco a leitura desse livro.Bjsss

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada da autora Edna O'brien, mas é realmente maravilhoso quando somos "pegas" pelo livro, geralmente são livros que nos tocam e prendem do começo ao fim, como fez com você, adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha ainda não conhecia a autora,
    mais vou coloca lo na minha lista!
    bjúús

    ResponderExcluir
  15. O tema do livro já é algo que eu gosto de ler, com certeza esse livro vai estar em minha lista a serem comprados, estou reiniciando minhas leituras e anotando todas as dicas ...
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  16. Admiro muito as pessoas que tem este Dom da Leitura. Adquirimos mais e mais conhecimentos. Parabéns pelo belo trabalho.

    ResponderExcluir
  17. Amiga, esse ainda não li, fiquei curiosa, vou ler. Abraços, com desejos de uma noite de paz.

    ResponderExcluir